Exercício

Estudo revela que Usain Bolt tem passada assimétrica

Usain Bolt: passada assimétrica foi determinante para o seu sucesso nas pistas de atletismo

Usain Bolt é, seguramente, um dos maiores nomes do desporto, de todos os tempos. Ex-velocista jamaicano, multicampeão olímpico e mundial, é o único atleta na história do atletismo a tornar-se tricampeão em duas modalidades de pista em Jogos Olímpicos de forma consecutiva (100 metros rasos e 200 metros rasos). É também o único atleta a conquistar oito medalhas de ouro em provas de velocidade, sendo dez vezes campeão mundial.


Curiosos para encontrar uma explicação científica, um grupo de pesquisadores da Southern Methodist University (SMU) de Dallas, nos Estados Unidos, debruçou-se sobre as técnicas de movimento do velocista jamaicano, investigando 20 passos de Bolt e de outros três atletas de elite nos 100 metros, a partir de um vídeo de uma competição de 2011.



Os resultados do estudo revelaram que, de facto, parece existir uma razão científica para Bolt ser o homem mais rápido do mundo: a sua perna direita tocava a pista com uma força 13% maior do que a perna esquerda; e a sua perna canhota permanecia no solo 14% mais tempo do que a sua perna destra. Um movimento totalmente assimétrico e que proporciona ao astro a sua performance impressionante contra qualquer adversário.


A crença popular sempre sustentou que ter um passo desigual é prejudicial para a velocidade de uma pessoa, mas o estudo da SMU fez cair por terra essa tendência.


A pesquisa completa sobre os efeitos da corrida assimétrica ainda não está concluída, mas ficou praticamente comprovado que isso é determinante para Bolt ser o mais rápido da história.

Fonte:

Portal IG

Partilha este artigo

Share to Facebook Share to Twitter Share to Google + Share to Mail

Newsletter Fica a saber tudo para seres cada vez melhor. Regista-te aqui!