Exercício

Influência da biomecânica na corrida

Lesões no joelho. Influência do tipo de treino

prática de corrida pode acarretar lesões principalmente nos joelhos, tibio-társicas e pés em até 83% dos atletas e prejudicar consequentemente as suas prestações desportivas e ainda a sua qualidade de vida, seja de forma temporária ou definitiva. [1]


Por conseguinte, será provável que muitos corredores sofram uma lesão no joelho em algum momento do seu percurso na modalidade. 


As lesões do joelho no praticante ou atleta de corrida são bastante comuns e muitos corredores chegam mesmo a interromper precocemente a sua carreira por esta razão, alguns com a preocupação de que o impacto constante induza fenómenos degenerativos precoces e outros com receio de recidivas e consequências futuras nefastas para a sua saúde.


Apesar de existir evidência suficiente que demonstra que a modificação no volume de treino, técnica de corrida e incorporação do trabalho de força podem reduzir o número de lesões, há atletas e praticantes que continuam reticentes sempre que se deparam com uma dor no joelho.


risco de lesão é influenciado por factores externos (ex.: uso de técnicas inadequadas, problemas com a superfície de corrida), bem como factores anatómicos internos específicos de cada corredor.


A investigação a este respeito mostra que atletas/praticantes mais experientes apresentam menor risco de desenvolver lesões, uma vez que apresentam uma maior capacidade de escuta/retenção das orientações técnicas, ficando menos propensos a cometer erros no treino que contribuem para muitas lesões por uso excessivo. Além disso, os corredores mais experientes estão mais adaptados ao impacto e ao stress da corrida.


A investigação existente indica ainda outro factor fortemente associado ao risco de lesão: histórico de lesão anterior. Uma lesão antecedente na corrida pode levar a um risco contínuo de problemas futuros.


Em suma, reabilitação completa de uma lesão no joelho, bem como o esforço para evitar erros de treino comuns são cruciais para impedir o ciclo repetido de lesão.


Outra forma amplamente divulgada que prevê diminuir a incidência de lesões no joelho é a melhoria na mecânica da corrida, partindo-se do pressuposto que quando existe uma melhoria funcional e postural do sujeito com treinos específicos para correcção dos padrões de movimento, forçosamente a sua mecânica será potenciada verificando-se acentuada diminuição do seu risco de lesão.

Fonte:

Bredeweg SW, Klitenberg B, Bessem B, Buist I. Differences in kinetic variables between injured and noninjured novice runners: a prospective cohort study. J Sci Med Sports. 2013;16(3):205–10

Partilha este artigo

Share to Facebook Share to Twitter Share to Google + Share to Mail

Newsletter Fica a saber tudo para seres cada vez melhor. Regista-te aqui!