Saúde

PRESERVAR A MASSA MUSCULAR PARA VIVER MAIS E MELHOR

  • Uma conferência imperdível, de Dr. Brendan Egan, professor da Universidade de Dublin, departamento de Fisioterapia e Ciências do Desporto, cuja investigação tem incidido principalmente sobre as adaptações do exercício físico no metabolismo humano. 

    A ciência moderna levou à automação e consequente predisposição para sermos fisicamente inactivos. A par disso, a indústria farmacêutica produz cada vez melhores medicamentos, aumentando a longevidade e a população global idosa, o que representará um desafio a médio-longo prazo ao nível da prestação de cuidados de saúde.

    Abordando a sarcopenia, doença associada à degradação muscular e perda de força com a idade (>65 anos), revela ainda as conexões com outras doenças, incluindo cancro e diabetes, e encoraja-nos a mudar de estilo de vida agora, com vista à manutenção da massa muscular à medida que envelhecemos.

    Portanto, preserve a sua massa muscular e força se pretende viver de forma mais saudável. As corridas ou caminhadas não o vão tornar mais forte, nem vão ajudar na manutenção da massa muscular. É urgente incorporar treino de força no seu treino e lifestyle. A decisão está na sua mão: a) acabar a vida de bengala e a depender das outras pessoas ou b) acabar a vida a fazer aquilo que gosta e a brilhar até ao último segundo.

    Brendan Egan, é docente de prescrição de exercício, fisiologia do exercício molecular e nutrição desportiva na Universidade de Dublin. Graduou-se em Desporto e Ciência do Exercício na Universidade de Limerick em 2003, antes de concluir com distinção o mestrado da Universidade de Loughborough. Em 2004 retorna à Irlanda para iniciar estudos de doutorado sob orientação do Dr. Donal O'Gorman, na Universidade de Dublin. O foco desta pesquisa foram as adaptações músculo-esqueléticas ao exercício, em particular, a continuidade entre as respostas moleculares agudas a episódios individuais de exercício e as adaptações músculo-esqueléticas induzidas pelo treino físico. Terminou o seu doutoramento em 2008, em Estocolmo (Suécia), após o qual ingressou no pós-doutoramento no prestigiado Karolinska Institute, no grupo de Fisiologia Integrativa do Professor Juleen Zierath no Departamento de Medicina Molecular e Cirurgia.

Partilha este artigo

Share to Facebook Share to Twitter Share to Google + Share to Mail

Newsletter Fica a saber tudo para seres cada vez melhor. Regista-te aqui!